No dia 31 de maio a Fundação Pina Ferraz recebeu, na sua sede, os responsáveis do Grupo de Escoteiros de Penamacor, para cerimónia de entrega do valor angariado na nossa IV Caminhada Solidária.
A quarta edição da Caminhada Solidária da Fundação IPF, teve lugar no passado dia 25 de março de 2017 e procurou o envolvimento da comunidade na colaboração com os Escoteiros de Penamacor, com vista à sua instalação, com condições de conforto e segurança, na nova sede.
Num dia em que a chuva poderia ter arrefecido o altruísmo, verificou-se exatamente o contrário. A generosidade e solidariedade dos inscritos vingou e a comparência de todos na atividade merece elogio. Assim, com a ajuda de todos foi possível reunir 1588.20 Euros que, neste dia, foram entregues na pessoa da Chefe Júlia. (Ver carta de agradecimento)

No dia 25 de março a Fundação Pina Ferraz realizou, pelo quarto ano consecutivo, a sua Caminhada Solidária que, nesta edição, teve como objetivo a ajuda ao Grupo de Escoteiros de Penamacor, com vista à instalação da sua nova sede.
O dia apresentou-se cinzento e chuvoso mas, não foi suficiente para abalar a força solidária dos cerca de 300 participantes que quiseram juntar-se a esta causa e que aqueceram a manhã com a sua boa disposição e espírito de cooperação. Os mais audazes percorreram os dez quilómetros do trilho definido para a atividade, outros optaram pela caminhada um pouco mais curta também proposta pela nossa organização e, sobretudo, todos aproveitaram os momentos de animação, conversa e convívio.
Cabe-nos agradecer a todos os presentes a sua generosidade e identificação com a visão da Fundação; aos colaboradores da Fundação a sua dedicação e empenho para o sucesso desta ação solidária; às crianças e jovens da nossa Casa de Acolhimento Residencial a alegria com que vestiram a camisola desta iniciativa; ao Grupo de Escoteiros toda a disponibilidade e colaboração; à Câmara de Penamacor a imprescindível ajuda no transporte de alguns dos participantes; à Junta de Freguesia de Aranhas pelas deliciosas sopas em panela de ferro que aqueceram o corpo e a alma dos participantes; à Associação Humanitária dos Bombeiros de Penamacor que garantiu a segurança e apoio aos caminhantes; à Albicerca que ofereceu, mais uma vez, a magnólia que todos os anos plantamos como símbolo desta ação e a Francisco Valente, responsável pelo som e a Inês Branco, professora de Zumba, os quais, em ato solidário, preencheram a manhã de sorrisos e animação e ainda um agradecimento a todos os que de uma forma ou outra contribuíram para a divulgação desta iniciativa.

Carta de agradecimento do Grupo de Escoteiros de Penamacor

O dia 8 de março “Dia Internacional da Mulher”, data carregada de simbolismo no que toca ao respeito e valorização do papel da mulher na sociedade e confirmação da importância do seu contributo em todos os setores da organização social, também não foi esquecido pela nossa instituição.
A efeméride foi pretexto para um almoço convívio entre os elementos femininos da equipa da Fundação e oferta de uma flor personalizada, como forma de agradecimento pela dedicação e empenho que demonstram no seu desempenho diário e de reforço dos laços entre a equipa. 

No dia 25 de fevereiro, teve lugar mais uma jornada de caça, enquadrada no programa anual de exploração cinegética da Herdade do Campo Frio. A Montaria realizada neste dia, foi antes de mais uma oportunidade de encontro e convívio de Monteiros habituais. A jornada cinegética contou com 40 postos, tendo sido cobrados 58 javalis, seis bocas, algumas das quais medalháveis.
Como vem sendo habitual, os jovens mais velhos da nossa Casa de Acolhimento Residencial – Lar Francisco de Pina, colaboraram no serviço de sala, durante o almoço que integrou esta jornada de caça. Estas são oportunidades privilegiadas de por em prática alguns conhecimentos, no caso dos jovens que se encontram a frequentar o curso profissional de hotelaria e para todos momentos de treino de competências funcionais e sociais, que os ajudarão a ser melhores profissionais.

No dia 29 de janeiro, enquadrada na comemoração do seu 79º aniversário, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penamacor prestou homenagem póstuma a D. Carlota Pina Ferraz. Este tributo contou com a presença do corpo ativo e de reserva da Associação, dos seus membros diretivos, do Presidente da Câmara Municipal, da Junta de Freguesia e da Assembleia Municipal e ainda do Administrador Executivo da Fundação Pina Ferraz. No decurso da cerimónia foram apresentadas algumas nótulas biográficas sobre esta ilustre penamacorense, com destaque para a ligação que manteve com a Corporação, ouvindo-se palavras de reconhecimento e homenagem por parte de todos os oradores. Tomando como mote que «nunca é tarde para um preito de gratidão» a cerimónia concluiu com o descerramento de uma fotografia de Carlota Pina na Sala de Direção que, naquele dia, tomou o seu nome.

Importa relembrar que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penamacor, nascida a 24 de janeiro de 1938, teve em Carlota Pina Ferraz uma das suas mais caritativas amigas. Destacam-se as doações monetárias com que agraciava, ano após ano, a corporação da sua terra natal que, mais tarde, também não esqueceria ao lavrar o seu testamento legando-lhe assinalável quantia.

De entre os seus vários contributos destaca-se, no final da década de 40 da passada centúria, o avultado valor que entrega à corporação provendo-lhe fundo para adquirir, julgamos, aquela que terá sido a sua primeira viatura.

Note-se, portanto, que a história da colaboração entre estas duas casas se vem mutuamente alimentando desde há décadas. Relembremos, a título de exemplo, que em 2016, aquando da terceira edição da «Caminhada Solidária», promovida pela Fundação Pina Ferraz, os fundos obtidos reverteram, na totalidade, para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penamacor. Nessa ocasião viajaram até à herdade do Campo Frio, palco desta manifestação cívica, algumas das viaturas clássicas da corporação, num gesto recheado de simbolismo, nesse dia em que a história, de alguma forma, se reeditou.