O dia da mãe foi assinalado na nossa CAR com uma oficina de trabalhos manuais. Deram asas à criatividade e ao mesmo tempo que treinaram a sua destreza manual e atenção/concentração, criaram umas bonitas rosas que depois ofereceram a quem lhes é especial.

Assinalou-se no dia 18 de abril o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e Penamacor comemorou esta data, no sábado seguinte, com uma iniciativa conjunta entre a Câmara Municipal e a Santa Casa da Misericórdia.
Este ano o tema proposto pelo ICOM internacional (Conselho Internacional de Museus - sigla em inglês), foi: “Património: de geração para geração”. Respeitando a proposta, o programa definido integrou uma visita ao Museu Paroquial de Aldeia de João Pires e a várias oficinas de artesãos de Aranhas e Salvador.

Os cerca de 60 participantes partiram de Penamacor pelas 14 horas rumo ao primeiro destino, Aldeia de João Pires, onde visitaram a Igreja Matriz daquela Aldeia e ainda o seu Museu Paroquial, cuja coleção contempla arte sacra, vestígios arqueológicos e a etnografia. Uma maravilha deste concelho da raia que merece visita.

Em seguida, o itinerário seguiu até Aranhas. Ali todos puderam visitar o atelier da Dona Ludovina, a última tecedeira daquela terra que, enquanto trabalhava no seu tear, prestou o seu testemunho e respondeu às perguntas curiosas de pequenos e graúdos.

Entretanto, já na freguesia de Salvador, conhecemos o trabalho de dois artistas daquela terra. O Sr. António abriu as portas de sua casa para mostrar a sua arte de trabalhar a cortiça e como das suas mãos nascem os típicos tropeços, os cochos ou os tarros, entre muitas outras peças. Já o Sr. Vinagre, que há anos faz adufes, partilhou alguns dos seus segredos e saberes da produção deste instrumento, tão característico da música beirã.

No final, no Centro de Dia de Salvador, a Santa Casa da Misericórdia ofereceu um lanche a todos os participantes. Ali, à beira da lareira, não faltaram o som dos adufes, os cantares tradicionais e, até, um pé de dança.  

As nossas crianças e jovens, acompanhadas por elemento da equipa educativa da CAR, aproveitaram esta oportunidade para ir ao encontro da história, cultura e tradições locais. A tarde foi de experiências, animado convívio e partilha intergeracional. Haverá forma mais interessante de aprender?

Mais uma vez, aproveitámos o fim de semana para DESENVOLVER as competências culinárias dos nossos meninos. Desta feita, no sábado 7 de abril, foi sugerido pela nossa monitora de serviço a confeção de umas belíssimas e saborosas waffles.

Os meninos que se encontravam na nossa CAR, "embarcaram" em mais uma aventura culinária e o resultado foi fantástico e delicioso.

Estas são atividades que, para além de promoverem e fortalecerem os laços relacionais entre o grupo e os educadores permitem, igualmente, trabalhar as capacidades de cálculo, a coordenação motora, a leitura, o trabalho em equipa, a criatividade.

Fazendo se aprende!

No dia 17 de março, pelas 16h no auditorio da Escola de Música de Penamacor, teve lugar o tradicional "Concerto de Primavera", onde três das nossas jovens tiveram oportunidade de intervir e partilhar com os presentesos seus conhecimentos musicais.

Foi com orgulho que, mais uma vez, vimos as "nossas meninas" empenhadas em dar o melhor de si!

De forma a incentivar os jovens para uma cidadania ativa, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penamacor, encontra-se a desenvolver uma ação de formação com vista ao recrutamento e integração dos jovens penamacorenses, no regime voluntário de prestação de socorro à população.
Três dos nossos jovens quiseram participar nesta campanha de recrutamento, iniciativa desde logo acolhida e incentivada pelos responsáveis da nossa casa de acolhimento. De valorizar o seu desejo de participação e os valores de altruísmo, envolvimento social e humanismo que estão na sua base e reconhecer o enorme empenho, dedicação e seriedade com que têm vindo a frequentar o curso de formação.
A formação decorre todas as sextas-feiras e sábados até ao mês de junho, sendo posteriormente efetuada integração dos jovens na Associação de Bombeiros Voluntários de Penamacor.

Vejam só o orgulho com que ostentam a farda da “sua” corporação.

© 2017 Instituto Social Cristão Pina Ferraz - Todos os direitos reservados

Procurar